quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Parabéns Astérix!


Astérix será sempre o eterno companheiro dos quadradinhos! Muitas horas passei a ler este herói gaulês, devo por isso prestar a minha homenagem no seu 50ºaniversário e agradecer a sua companhia ao longo de todo este tempo. Obrigadix!

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Great Job, Great Life!

Eu sempre achei que ser arquitecto é ter a melhor profissão do mundo, mas após ver estas imagens, facilmente me deixo levar pelas doutrinas que alguns surfistas amigos me pregam! Sem dúvida que há momentos em que nos podemos orgulhar do planeta em que vivemos, uns orgulham-se de vez em quando...outros... todos os dias! Trabalhar na área do Surf, certamente dará o maior dos prazeres da vida.

Queria apenas dedicar este vídeo a todos os que neste momento acompanham o WCT em Peniche e em especial lugar ao meu grande amigo André Esteves (Chiquillin).

JOB First Look from Vincent Laforet on Vimeo.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Meio-Cheio ou Meio-Vazio?

Por vezes coloco esta questão, "estará meio-cheio ou meio-vazio?". A verdade é que estes posters dão todo o sentido a cada uma das afirmações. Muito Bom!
(from swissmiss)

Existem soluções fantásticas!

Por vezes apetece-me imenso fazer isso, outras vezes . . . acontece por acidente!
(from swissmiss)

O melhor cliente de qualquer artista

(from swissmiss)

Evans House (ou devo dizer "Heaven's House")

Esta moradia despertou-me muito interesse não só pela sua geometria e materialidade, mas fundamentalmente pela sua organização interior e a sua relação com o exterior através do excelente sistema de vistas que contempla!
Esta moradia foi projectada por bittonidesignstudio, um atelier sediado em Los Angeles California.




sábado, 10 de outubro de 2009

Green VideoClip

Aqui está uma boa forma de reduzir a pegada ecológica do mundo da música. Um vídeo totalmente realizado com um cenário de cartão que após as gravações finais poderá ser facilmente reciclado sob a forma de capas de albuns! Uma ideia a ter em conta!

Nota: A música também é muito boa!

Meeting of Important People - Brittney Lane Don't Care from Authentik Artists on Vimeo.

domingo, 4 de outubro de 2009

Campanha Publicitária



Aqui fica uma campanha publicitária muito interessante pela sua mensagem e pela forma como esta foi materializada. Trata-se de uma campanha para alertar as pessoas que circulam pelas ruas a ouvir música. No Reino Unido esta é uma das principais causas dos atropelamentos a peões daí o nascimento desta campanha. Sem dúvida fantástico . . .

Paper Furniture


Na minha diária pesquisa cibernética, descobri um tipo de mobiliário muito interessante não só pela seu carácter educativo pois é todo constituído por um material reciclado e reciclável (cartão), bem como pela variedade de formas que podemos obter a partir de algumas peças! Aqui fica um exemplo de um pequeno espaço lounge decorado com este novo produto.

Facebook Offices

O Facebook é neste momento dos sites mais vistos pelos internautas. Por trás de um layout simples e de design elegante esconde-se uma vasta equipa de profissionais que fazem deste site um grande fenómeno. Trago-vos aqui portanto o quartel general desta vasta equipa que foi desenhado pelo Studio O+A e que passou por uma remodelação de um antigo complexo industrial numa grande área de trabalho ponteada por espaços de lazer e convívio social. Deixo-vos aqui algumas imagens destes espaços.









Rio de Janeiro 2016


Em 2016, o Rio de Janeiro irá ser o centro das atenções mundiais. Aqui se irá realizar os Jogos Olímpicos e como tal, muitos arquitectos e urbanistas vêm este acontecimento como uma oportunidade de mostrarem ao mundo o seu valor, bem como de poderem criar novas áreas de lazer e desportivas para a cidade, dotando-a de mais e melhores infra-estruturas que sirvam a sua população.

No entanto, o passado mostrou-nos que todas essas grandes transformações urbanísticas nas cidades graças a este grandioso acontecimento nem sempre foram benéficas para as mesmas, pois actualmente estas áreas encontram-se abandonadas e afastadas da cidade. Esperemos que no Rio de Janeiro isso não aconteça!

até 2016

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

POST #100

Este é o centésimo post deste blog, como tal decidi ilucidar-vos acerca dos visitantes deste pequeno espaço. A informação que disponho, ajuda-me a entender que tipo de pessoas me visitam, que gostos possuem e o que pretendem deste espaço.

Desde o seu começo, que 483 pessoas visitaram este espaço, sendo que apenas 40% visitaram-no pela primeira vez. Na sua maioria são portugueses, mas podemos destacar os 27 brasileiros, os 9 americanos, os 8 italianos e os 2 japoneses que por aqui passeiam. A nível nacional, é evidente que a Cidade de Lisboa ocupa lugar de destaque, mas quero já agradecer a Torres Vedras pela sua presença em peso com 28visitantes.

É com agrado que verifico que 12% das visitas são realizadas através de sites de referência e que 15% são provenientes de motores de busca.

Espero assim, conseguir reunir estes dados, interpretá-los da melhor forma, para que o futuro deste espaço seja mais do vosso agrado. A todos vocês que nos visitam, um muito obrigado! e até ao Post #200.

Short Film about Human Rights

Sem palavras! Apenas vejam . . .

Twitter Comunity

Imagem lá que a comunidade Twitter teria apenas 100 pessoas, a sua distribuição seria algo como nos mostra a imagem.



(by SwissMiss)

domingo, 5 de julho de 2009

Virgile

Este vídeo em HD ganha destaque neste blogue pela qualidade técnica da imagem, do desenho vectorial e pela produção de uma história com uns contornos bem engraçados.


Virgile from Flying V on Vimeo.

terça-feira, 30 de junho de 2009

Hungry for Change


Em breve num cinema perto de si

domingo, 28 de junho de 2009

Did you know?


Anteriormente falei acerca da velocidade com que a informação nos chega nos dias de hoje. Pois aqui fica uma pequena apresentação da forma como o mundo evoluiu! WHAT DOES THAT MEAN?

(via swissmiss)

USB ports


Aqui fica mais um pequeno instrumento de trabalho para quem possui muitos acessórios que funcionam através de USB! Algo original e que dará por certo um outro colorido à sua secretária

(via swissmiss)

sexta-feira, 26 de junho de 2009

The King is Dead!


Apesar de uma vida bizarra que agrada a uns e horroriza outros, não posso deixar de admirar o trabalho daquele que foi o REI da música POP. Admiro-o também pela forma como revolucionou todo o mundo da música, através dos temas de suas músicas, da irreverência dos seus videoclips e das suas danças e pelo contributo que deu a estas duas áreas. Saudades ficam de Earth Song, Beat It, Billy Jean, Smooth Criminal e Thriller! Aqui fica uma obra que foi criada no seu 50ºaniversário e que demonstra toda a sua irreverência enquanto artista.

Citando 2ModernDesignTalk "Excuse me, if you don't like this post, but how can I'll be talking about design, when a big creator die today?"

terça-feira, 16 de junho de 2009

Renovação Urbana

Já todos nós nos apercebemos do abandono em que se encontram os centros históricos do nosso país. Esse abandono não se traduz apenas no êxodo das pessoas para as periferias, traduz-se também na degradação do próprio edificado que é deixado para trás, bem como dos espaços públicos que carecem de uma vitalização fundamental para atrair novos mercados turísticos.
É certo que o movimento modernista na Arquitectura e no Urbanismo originaram a expansão massiva dos perímetros urbanos e a consequente criação de guetos onde a qualidade de vida deteriora-se a cada dia que passa. Neste sentido, há que reflectir acerca destas questões que estão a "matar" as nossas cidades e intervir de forma a que não se repitam erros semelhantes.

Há uns dias coloquei aqui uma sondagem em que questiono aos utilizadores deste espaço, se pintar uma frente de rua significa exercer uma renovação urbana, e por mera coincidência ontem no programa da RTP1, "Prós e Contras", o tema foi a renovação urbana das nossas cidades. Muita coisa se falou e muito se "bateu" nas questões da Lei do Arrendamento. Eu até compreendo a problemática das rendas congeladas desde o Estado Novo, só não aceito é que a utilizem como solução exclusiva para a renovação urbana das nossas cidades. A meu ver, a renovação urbana das nossas cidades não passa apenas por recuperar os edifícios que existem degradados, há que atribuir-lhes novos usos que correspondem aos novos paradigmas que a nossa sociedade enfrenta. Não basta recuperar as fachadas dos edifícios da Baixa Pombalina, há que dotá-los de funções atractivas há instalação de outras actividades económicas que por sua vez irão atrair população a fixar-se novamente nos centros.

Não podemos simplesmente reforçar as estruturas edificadas, dotar-lhes de novos materiais mais modernos e seguros, há que alterar-lhes o conteúdo por forma a corresponder aos diversos usos necessário, e nisto eu acho gravíssimo a forma como o IGESPAR e as próprias autarquias "estrangulam" a criatividade dos arquitectos no que respeita à reabilitação de edifícios. A renovação de um quarteirão poderá passar apenas e simplesmente pela interligação interna dos vários edifícios que compõem esse mesmo quarteirão para que nessas áreas se instalem equipamentos de grandes dimensões.

Mas se olharmos para o elemento que "matou" os nossos centros históricos, logo verificamos que o automóvel e o modelo energético associado a ele, originaram os grandes movimentos modernistas e com eles a morte dos centros históricos. A necessidade de nos deslocarmos por automóvel, levou a que a estrutura viária tomasse outras dimensões, dimensões estas que os centros históricos por vezes não suportam. Para além das rodovias, os estacionamentos são também infraestruturas que maior ocupação de área exercem num centro histórico. Até poderia sugerir que se acabasse com o automóvel nos centros históricos, mas secalhar essa medida é tão drástica que levaria mesmo a que ninguém lá s deslocasse por uma simples razão, a ineficiência dos nossos transportes públicos. Estes se não garantem uma boa acessibilidade às diversas áreas da cidade, então não podem concorrer directamente com o automóvel. Sendo assim, e retomando o assunto anterior, eu proponho a reabilitação de algum edificado degradado para estacionamentos verticais mas de uma forma estratégica, isto é, não podemos escolher os edificados que estão mais degradados e torná-los em estacionamentos verticais. Há que localizá-los em pontos estratégicos que garantem um fácil acesso não só ao seu interior, como a partir dali se possa aceder de forma pedonal ás mais diversas áreas de interesse da cidade.

Mas com toda esta preocupação de recuperar os centros históricos e voltar a ter lá pessoas, eu pergunto-me o que será feito então com as zonas de periferia urbana, que não são mais que "dormitórios" que carecem de uma estrutura de espaços públicos e equipamentos. Ficarão degradados e abandonados como aconteceu com os centros históricos?

Daí achar que quando se fala em renovação urbana, não podemos apenas afirmar que o problema se encontra na Lei dos Arrendamentos, primeiro há que garantir uma forte procura e depois há que garantir uma coesão social e territorial por forma a não andarmos constantemente a "tapar buracos" criados pelas nossas próprias medidas de intervenção.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

USB Pen Drive


No passado mês de Março, eu apresentei aqui uns novos modelos da LACIE para USB Pen Drives. Recentemente descobri-as no mercado português a um preço de €24,90 (4Gb) e €32,90 (8Gb). Poderão encontrá-las na TB Store do Centro Comercial Colombo.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

DEADLINE


Dentro dos próximos 2 meses, o meu quotidiano será muito semelhante ao apresentado neste vídeo. Tudo porque tenho que apresentar o meu projecto final de licenciatura no dia 22 de Julho. A isto é que chamo de DEADLINE.

Aqui fica também o Making Of deste vídeo. 
(via JaJablog)

LIFE


Aqui está um desenho muito interessante! Obrigado Marta!

domingo, 7 de junho de 2009

Visual Complexity by Manuel Lima

Há já algum tempo que pretendia aqui referir a nomeação de Manuel Lima pela revista Creativity como uma das mentes mais criativas e influentes para 2009, mas toda esta demora surgiu pelo simples facto de eu querer analisar um pouco mais a fundo a sua investigação e o seu site.

Manuel Lima  é um jovem açoreano que se licenciou em Design Industrial pela Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa e tirou um mestrado em Design e Tecnologia em Nova Iorque na Parsons School of Design. A sua pesquisa sobre a visualização de redes complexas fez com que em 2005 desse início ao site VisualComplexity.com que neste momento possui mais de 600 visualizações de dados que abordam os mais variados temas, desde redes sociais até ás redes de transportes.

Como Manuel Lima explica, nos dias de hoje a informação chega-nos nas mais diversas formas e das mais diversas fontes, no entanto, a nossa capacidade para processar toda essa informação e transformá-la em conhecimento e sabedoria não é proporcional. Com a chegada da internet, a informação chega-nos em grandes quantidades e de uma forma muito rápida, é necessário portanto torná-la perceptível para que dela se obtenham resultados.

Em uma apresentação pública que Manuel Lima efectuou em Lisboa, ele referia que a nossa capacidade de armazenamento de dados duplica a cada 18meses e de seguida ilucida-nos com uma comparação entre a Enciclopédia Francesa de 1751 e a Wikipedia (versão inglesa) de 2008. Enquanto que a primeira nos apresenta mais de 70 mil artigos e cerca de 3 mil ilustrações compilados em 35 volumes, a segunda ultrapassa claramente estes valores e apresenta-se com mais de 2 milhões de artigos e cerca de 750 mil ficheiros multimédia que poderiam ser compilados em cerca de 1300 volumes. Um factor que explica este aumento significativo é o custo que esta informação possui. A internet, e mais concretamente a blogosfera, fizeram da informação uma moeda de troca, sendo que podemos aceder ao que quisermos e quando quisermos a custo zero.

Manuel Lima acredita que a fusão de métodos de representação visual com novas técnicas de exploração interactiva poderão facilitar o acesso à informação do séc.XXI. Surge assim uma nova ciência, uma nova linguagem, uma nova forma de comunicar dados e informação, a Visualização da Informação.

No seu site, Manuel Lima possui mais de 600 visualizações de informação de todo o tipo. Ele não só catalogou todas as visualizações que surgiram da sua pesquisa como disponibilizou-as por tema, por assunto, por método de representação visual e por ano. Este site surge como um recurso muito importante para outros pesquisadores e cientistas que possuem dificuldades em tratar informação difícil e também para designers que podem assim se influenciar nos diversos métodos de representação aqui disponibilizados.

Pessoalmente eu acredito nesta nova forma de comunicar ideias e mais ainda, eu acredito na potencialidade que esta ciência possui em ajudar as restantes ciências a evoluirem. Deste modo, quero congratular o Manuel Lima pela ideia inovadora que nos apresenta e pela nomeação que obteve da revista Creativity. Deixo-vos aqui alguns dos exemplos que existem no seu site.

Conteúdos Web:

A Google através da sua ferramenta Google Analytics, permite a qualquer administrador de um site receber informações acerca da actividade existente no seu site. Aqui está um trabalho que a Instrument em colaboração com JD Hooge (Gridplane) reproduziu informações visuais acerca do número de visitantes diários que um determinado site recebia e a sua origem geográfica. Este trabalho visava fortalecer a Google Analytics e como se pode ver, a sua expressão gráfica é muito importante para a correcta análise dos dados. Desde o início do mês de Maio que eu sou utilizador do Google Analytics e fascinei-me com a quantidade de informação que recebo sobre a actividade deste blogue. Toda esta informação não só me permitiu evoluir nos assuntos que abordo neste blogue como me cativa a escrever mais e mais para aqueles que me visitam regularmente.

Vivências Familiares:

Como Arquitecto, preocupo-me com as questões de conforto que um espaço possa oferecer aos seus utilizadores e como tal entender as movimentações que determinadas pessoas possam fazer num espaço só serão benéficas para melhorar o conforto desse mesmo espaço. Nesta visualização está registada a movimentação de uma criança de 18 meses, outra de 5 anos, um adulto e um gato num espaço comum de uma habitação. Este espaço possui uma porta de entrada, uma janela para o exterior, um espaço para brinquedos, uma televisão e algum mobiliário. O interessante neste diagrama é perceber como se movimentam os 4 intervenientes durante o período de uma hora e constatar que o gato se desloca de uma fonte de calor em direcção a outra, que a criança de 5 anos se mantém ocupada a brincar ou a ver televisão, que o adulto passa a maioria do tempo a ver televisão e que a criança de 18 meses acaba por reflectir tanto o padrão do adulto como da criança de 5 anos. Isto mostra-nos claramente a dependência entre os intervenientes e os motivos pelo qual se movimentam. Este tipo de informação gráfica será sem dúvida uma ferramenta muito útil na concepção de novas edificações para novos paradigmas sociais que possam surgir no futuro.

Sem dúvida que a visualização da informação destes casos possui um efeito muito prático na minha vida.

sábado, 6 de junho de 2009

I-phonices

Se ainda pensam que o I-phone apenas tem um ecrã táctil, apenas tira umas fotografias engraçadas, apenas faz telefonemas divertidos e que apenas organiza a sua vida de uma forma diferente do habitual, pois eu vou mostrar-vos duas situações muito diferentes entre si, mas que aproveitaram as capacidades de um telemóvel para dar um novo brilho à sua arte.

O primeiro é relativo á Arte propriamente dita. Um artista português, Jorge Colombo, apareceu na capa da revista The New Yorker com uma pintura feita exclusivamente através do seu I-Phone e de uma aplicação que aproveita o ecrã táctil para dar frutos à imaginação das pessoas.

 Já o segundo gadjet tem a ver com uma invenção criada por dois rapazes que resolveram um dia adaptar o seu I-Phone para conduzir um brinquedo no seu escritório, enquanto o chefe se ausentava. A colocação de um pequeno vídeo no Youtube levou-os a serem contactados pela Mclaren F1 para testarem a sua invenção no verdadeiro carro de Fórmula 1 conduzido por Lewis Hamilton. Para surpresa dos rapazes, a sua brincadeira ultrapassou todas as suas expectativas e puderam ver in loco, Lewis Hamilton a divertir-se com o seu "brinquedo".

Ora digam-me lá se o I-phone não é um espetáculo???

Troca: um desenho por um objecto

De 22 a 29 de Maio, William Lamson esteve a expor trabalhos numa galeria de New York, em que os visitantes era levados a entrar num espaço onde um marcador preso a um balão desenhava à medida que o balão se movia. Após isto, o artista apenas pedia que as pessoas deixassem um objecto á sua escolha em troca de um dos desenhos criados por este sistema. A verdade é que a viagem é agradável, ainda mais observar a diversidade de objectos que foram trocados na galeria.

Esta troca directa, para além de reduzir a importância do dinheiro em trocas comerciais, também aproxima as pessoas e gera novos laços, novas relações. Uma coisa a pensar!

Tipographical T-shirts



Os designers do Da Da Da Studio criaram uma linha de t-shirts baseadas nas tipografias (ou Fonts) que todos nós utilizamos para redigir textos nos nossos computadores. Aqui ficam duas imagens sobre as que eu mais utilizo e que já encomendei.

(via SwissMiss)

Cadeiras para o Verão






Como o verão se aproxima, achei por bem colocar aqui algum mobiliário que vos ajude a decorar o jardim ou até mesmo a varanda. Trata-se da nova linha de mobiliário para exteriores que a Usona Home nos apresenta. Com linhas modernas, estas peças darão outro brilho ao seus espaços!

Móvel Didáctico


Esta peça de mobiliário servirá certamente para ensinar o alfabeto aos vossos filhos, ou então simplesmente para decorar um espaço relacionado com a escrita, não fosse esta peça recordar-nos as velhas máquinas de impressão de Guttenberg. Para a adquirirem, bastará visitar a Kent & London.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Oil in Water

Se é sabido que óleo não se mistura com água, não menos verdadeiro é dizer-se que os dois juntos criam efeitos visuais de grande qualidade. Foi isso que fez Shawn Knol, pôs-se a misturar óleo com água e a filmar a sua fusão enquanto dois líquidos de diferentes densidades. Apreciem atracção dos opostos!

Oil in Water from Shawn Knol on Vimeo.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Funny Furniture




Ligne Roset Boutique recentemente se juntou a Philippe Nigro para a produção de uma nova linha de mobiliário, a que chamaram de Confluences. Com umas linhas inovadoras, este mobiliário atribui dinamismo ao espaço em que se insere. As suas cores realçam as suas torções sugerindo uma total e livre descontracção.

Ilustração by CMSM


Hoje descobri um novo blogue. Trata-se de um espaço onde podemos ver alguns trabalhos de ilustração realizados por Carolina Medeiros. Eu gostei muito do que vi, espreitem e digam lá se eu não tenho razão.



terça-feira, 2 de junho de 2009

Air Forest

Ao viajar pela ArchDaily descobri uma estrutura flexível que se movimenta conforme as pressões de ar no seu interior e conforme o vento. É uma estrutura interessantíssima para a criação de eventos ou simplesmente para servir de palco a actividades lúdicas.

Eu adoraria ir a uma festa sob esse "tecto" magnífico. Ficarei à espera desse dia!


Air Forest by Mass Studies from ArchDaily on Vimeo.

(mais informações aqui)

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Shuella




Aqui está a moda no calçado para o próximo Inverno! Shuella são umas capas plásticas para protegerem os seus sapatos. Não pensem duas vezes, isto é o futuro!

Hug Placemats



Descobri isto através da SwissMiss, mas quando fui ao site dos FuzFarm, fiquei mesmo convencido. Eu até já sei em que mesa isto ficava mesmo bem e até não é nada caro! 
Vou comprar!

Caixote do Lixo


Aqui apresento-vos um conceito tão simples de caixote do lixo. GOSTO!

(via SwissMiss)

CableDropper


Este objecto é a salvação da minha secretária. Há muitos anos que procuro algo que mantenha os meus cabos USB todos em cima da secretária, porque sempre que "desconecto" do computador, eles caiem para trás da secretária. Claramente esses momentos acabaram.

(via SwissMiss)